Doria e a incoerência no governo

1 min read

Doria e a incoerência no governo. Disse hoje o governador do estado:

“Será que vamos precisar ver pessoas mortas nas ruas e nas calçadas para entendermos que a orientação da medicina (para resguardo e isolamento social) é a única alternativa que existe no Brasil e no mundo?”, disse durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Como se isso evitasse as mortes, ou como se todos estivessem nas ruas por vontade própria. Pois ele mesmo entuchou todo a Grande São Paulo dentro do transporte público.

Ele disse também que se reuniram, nesta quarta-feira, 20, pela manhã, 25 dos 27 governadores e que “o sentimento de São Paulo e dos demais governadores é para proteger a vida, obedecer a ciência, respeitar a medicina e fazer uma reunião em paz com o presidente da República”.

O irônico disso tudo é que ele não faz o que manda o Presidente, e coloca a culpa do que está acontecendo graças a ele, justamente no Presidente.

Milhares de pessoas saem todos os dias pois não podem ficar sem comida em casa, o que resultaria numa tragédia 10 vezes maior do que a de hoje. Os que podem ficar em casa não entendem porque os outros precisam sair.

Falta de inteligência, senso, ou falta do que fazer em casa?

Deixe uma resposta