Porque a direita não acredita nos números do Coronavírus

A cada vez que os números do coronavírus nos Estados Unidos são divulgados, e no momento em que o país começa a reabrir sua economia, alguns setores da direita americana passaram a duvidar do número oficial de mortos, o que também acontece no Brasil.

Aqui o que se vê, são vídeos e depoimentos de pessoas que perderam familiares para outras doenças, mas foram atestados com Covid-19. Nos Estados Unidos não sabemos ao certo o motivo das dúvidas.

Protestos em Los Angeles e Brasília contra medidas de quarentena: pesquisa aponta que 40% dos eleitores republicanos acreditam que o total de vítimas seja menor que o divulgado oficialmente. Quase o mesmo do Brasil.

O maior epicentro da pandemia no mundo, os Estados Unidos já registram mais de 1,6 milhão de casos e mais de 99 mil mortes por coronavírus, a doença vinda da China.

Alguns grupos de direita, porém, têm propagado a ideia de que os números estejam inflados, com a inclusão de qualquer pessoa que tenha morrido por Covid-19, mesmo que a causa da morte não tenha sido a doença. Igualmente acontece no Brasil, mas aqui é real. Vimos até um vídeo com o Apresentador Rodrigo Bocardi especulando a situação.

Doentes com sintomas de Covid-19, mortos por outras causas, estariam sendo incluídos nas estatísticas, ou seja, qual seria o números de mortos real, no total, com e sem o coronavírus?

Especialistas da saúde condenam esta teoria, e ressaltam que as estatísticas não refletem a magnitude da pandemia e que o número real de mortos pode ser ainda maior, já que muitos doentes morrem em casa, sem nunca terem sido diagnosticados nem incluídos nos dados oficiais.

Já no Brasil, mais de 20 mil pessoas morreram de Covid-19, desde seu início, e o que se levanta é a questão: Quantas pessoas morrem todos os anos de todas as doenças e mais a violência, acidentes, causas naturais, etc.

Por exemplo: se em 2019 morreram 80 mil pessoas, contando mortes naturais, acidentes de trânsito, doenças, etc, de janeiro a maio do mesmo ano, quantos pessoas teriam falecido neste mesmo período no Brasil, contando com coronavírus?

Pense bem nisso se você é de esquerda ou de direita e chegue em suas conclusões.

Vale lembrar que:

Dentro de alguns meses ou anos, milhões de pessoas vão morrer de fome com a economia em queda geral.

Deixe uma resposta

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895